Skip to content

Melhores Livros de Thalita Rebouças

Thalita Rebouças é uma escritora, jornalista, roteirista, repórter e atriz brasileira, conhecida por seus livros voltados ao público jovem.

Thalita nasceu em 10 de novembro de 1974, no Rio de Janeiro, começou sua carreira como jornalista, mas ganhou notoriedade como autora de livros infantojuvenis.

Seus livros abordam os temas sobre amizade, família e os desafios da adolescência, Thalita sempre usa um tom bem-humorado e uma linguagem acessível em seus livros, o que lhe rendeu uma base de fãs fiel e várias adaptações de suas obras para o cinema e o teatro.

Conteúdo:

    Melhores Livros de Thalita Rebouças

    melhores-livros-de-thalita-reboucas-1200x628.png
    Melhores Livros de Thalita Rebouças

    Thalita Rebouças alcançou a marca de 2,3 milhões de livros vendidos, publicados em mais de 20 países.

    A equipe do Baratinho Livros listou os oito Melhores Livros de Thalita Rebouças para você que está procurando livros juvenis que combinam humor, emoção e temas relevantes sobre família.

    A autora tem histórias muito cativantes e cheias de vida, por isso achamos que essa seleção é a melhor para começar a conhecer suas obras.

    Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

    Este livro fala sobre a personagem Tetê que acaba de se mudar com a família toda para a casa dos avós em Copacabana, no Rio de Janeiro.

    O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai perdeu o emprego, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo.

    Além de perder a privacidade tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências.

    A única coisa que a deixa feliz é cozinhar.

    E, claro, comer as delícias que faz.

    O lado bom foi se livrar do antigo colégio, onde sofria bullying por causa de seu jeito peculiar.

    Sem contar sua desilusão amorosa.

    O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola e sem conhecer ninguém.

    Ela morre de medo de ser excluída, de não fazer amigos ou de sofrer bullying novamente.

    Apesar de ser uma garota divertida e bem-humorada, ela está mal.

    Ou talvez seja um pouco de drama, porque no primeiro dia de aula as coisas já parecem um pouco diferentes.

    Com o tempo, ela vai descobrir que sair da zona de conforto e enfrentar seus medos é a única maneira de ser feliz.

    O livro tem uma nota super alta nas avaliações de quem já leu e já vendeu mais de 2 mil cópias só no site da Amazon.

    Confissões de Um Garoto Tímido, Nerd e (Ligeiramente) Apaixonado

    Neste livro é contado a história de Davi, ele está no segundo ano do ensino médio e finalmente tomou coragem para iniciar o curso de astrologia que sempre quis fazer mas nunca teve coragem de admitir, por medo de sofrer preconceitos.

    Entre signos e mapas astrais, conhece Milena, uma menina incrível, que o deixa encantado com seu jeito apaixonante.

    Tetê, melhor amiga de Davi, o incentiva a investir no relacionamento, mas vencer a timidez é um desafio para ele.

    Ajudar Zeca, seu amigo que passa por problemas amorosos, também é uma dificuldade, pois Davi é inexperiente no assunto.

    No final do primeiro semestre, entretanto, uma novidade causa um rebuliço na turma: Samantha, colega de classe do trio, apresenta Gonçalo, que mora em Portugal e veio passar as férias de verão europeu na casa dela, no Rio de Janeiro.

    A chegada do estrangeiro tem efeitos inesperados, e Davi e seus amigos passam a lidar com questões que nunca imaginaram ter que enfrentar.

    O livro também tem uma nota super alta nas avaliações de quem já leu e já vendeu mais de 600 cópias só no site da Amazon.

    Confissões de uma garota linda, popular e (secretamente) infeliz

    EU PRECISO FAZER UMA CONFISSÃO: nunca foi fácil ser eu.

    Você pode até pensar, com um quê de impaciência e uma boa dose de deboche (e já digo logo que entendo super, tá?).

    “Ah! Ser loira, popular, bonita, rica e invejada é realmente péssimo! Ter tudo o que deseja e ainda ser o crush de dez entre dez garotos é, com toda certeza, um martírio”

    Viajar para o exterior duas vezes por ano e ficar nos melhores hotéis é, sem sombra de dúvida, uma coisa pavorosa.

    “Ó meu Deus, cotadinha!”

    Já disse, eu entendo que você pense assim.

    Só que minha vida não é o sonho cor-de-rosa que parece ser. Nunca foi.

    E eu sei que acreditar nisso deve ser bem complicado para quem me acompanha nas redes sociais.

    Mas eu sei bem o que eu sinto e o que acontece dentro de mim.

    E já estou acostumada com as críticas, porque com o tempo entendi que as pessoas não têm paciência com quem sofre em silêncio e aparentemente “sem motivo”.

    Pelo menos… as minhas pessoas são assim.

    A história gira em torno de Valentina, uma adolescente que, à primeira vista, tem a vida perfeita: é linda, popular e aparentemente feliz.

    No entanto, Valentina guarda um segredo, ela não é tão feliz quanto todos pensam.

    Por trás da fachada de perfeição, ela enfrenta inseguranças, pressões sociais e desafios emocionais que a fazem se sentir infeliz.

    A narrativa aborda temas como a importância da verdadeira amizade, autoaceitação, e a busca pela felicidade genuína, além de trazer uma reflexão sobre as aparências e a realidade por trás das redes sociais e da vida adolescente.

    Thalita Rebouças utiliza seu característico humor e linguagem acessível para abordar esses temas de forma envolvente e divertida.

    Confissões de um garoto talentoso, purpurinado e (intimamente) discriminado

    Neste livro você vai conhecer o personagem Zeca, ele tem muito orgulho de ser quem é, um jovem inteligente, cheio de bom humor e bem-resolvido com a própria sexualidade.

    Ele acabou de entrar na faculdade de Letras e tem um futuro brilhante pela frente.

    Além disso, vive cercado de grandes amigos e conta com o apoio incondicional da mãe.

    Tudo não podia estar melhor.

    Seu perfil no Instagram vem alcançando um público cada vez maior, ávido por seus conselhos divertidos sobre relacionamentos e autoestima.

    Zeca sonha alto e está pensando em dar um passo além e começar a fazer vídeos misturando entrevistas e tutoriais de maquiagem.

    Mas uma notícia inesperada está tirando seu sono.

    Seu pai, que se mudou para Santa Catarina com a nova esposa anos atrás, está voltando para o Rio de mala e cuia.

    Seu Hélio nunca gostou da espontaneidade de Zeca, que não corresponde em nada às suas expectativas antiquadas de masculinidade.

    Ele não esconde a insatisfação que sente em relação ao filho e faz questão de criticá-lo em todas as oportunidades.

    Agora, com o mundo adulto batendo à sua porta, Zeca terá que tomar decisões importantes, que poderão mudar sua vida para sempre.

    E vai precisar de muita coragem para seguir seus sonhos, enfrentar o pai e garantir que ninguém mais duvide de seu valor.

    Um ano inesquecível

    Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na juventude: os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas.

    E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca nos deixam.

    Um Ano Inesquecível é um livro que celebra as diferentes estações do ano através de histórias emocionantes e envolventes, cada uma trazendo a voz única de suas respectivas autoras.

    Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças nos levam através das quatro estações do ano e de quatro histórias que serão lembradas por uma vida inteira.

    Cada conto é ambientado em uma estação do ano, explorando diferentes histórias de amor e amizade.

    Enquanto a Neve Cair por Paula Pimenta: Este conto se passa no inverno e segue a história de Mabel, uma garota que inicialmente reluta em fazer uma viagem de férias para um lugar frio, mas acaba vivendo experiências transformadoras.

    O Som dos Sentimentos por Babi Dewet: Ambientado na primavera, este conto fala sobre a paixão de João Paulo, um jovem apaixonado por música, que descobre o amor de uma forma inesperada.

    A Matemática das Flores por Bruna Vieira: No verão, Jasmine, uma garota que adora matemática, encontra novos significados para sua vida ao fazer um trabalho voluntário durante as férias escolares.

    Amor de Carnaval por Thalita Rebouças: No outono, a história gira em torno de Inha, uma jovem que vive uma intensa e divertida história de amor durante o Carnaval no Rio de Janeiro.

    Era uma vez minha primeira vez

    Diversão e confusões no cotidiano das meninas.

    Coração acelerado, pernas bambas, arrepio na nuca e um friozinho na barriga. Medo? Sim.

    E também excitação, sonhos, dúvidas, inseguranças e todas as “noias” que as meninas sentem diante da tão esperada e, por que não, idealizada, primeira experiência sexual.

    Mas não espere um manual com dicas sobre sexo, virgindade, gravidez e temas afins.

    O livro reflete as emoções, os sentimentos, medos e anseios das personagens em diversas situações.

    Neste livro conhecemos histórias de varias personagens diferentes começando com Teresa que sempre jurou que nunca iria se apaixonar.

    Afinal, além de não acreditar no amor, ela pensava que abrir o coração era sinônimo de sofrer.

    Isso até reencontrar Gaspar.

    Amigo de infância chatinho que voltou de uma temporada nos Estados Unidos o maior gato!

    Já a gordinha Clara se sente a menina mais amada do mundo porque Cabelo, seu namorado músico, não está nem aí para seus quilinhos a mais.

    Mas ainda assim, a insegurança bate firme quando ela pensa nos comentários maldosos por causa de seu corpo fora dos padrões.

    A magrela Tuca também não consegue ficar confortável com a silhueta reta de modelo profissional e entra em pânico só de pensar em engravidar de primeira.

    E Nanda, que só vai à praia de maiô antiguinho com vergonha de uma mancha de nascença enorme no bumbum, se apavora ao imaginar o quanto o sexo com Vina, por quem está apaixonada, pode doer.

    Enquanto algumas têm um papo franco com os pais sobre o assunto, como Teresa e Tuca, há quem, como Patty, jamais converse sobre o tema em casa.

    Ela até passou um tempinho pensando ser assexuada, resolveu que casar virgem daria menos trabalho que não ser virgem e, lá no fundo, tem nojo de sexo.

    Até que um dia, quando ela menos espera. E esperar, ah, esperar é o que Joana, a caçulinha do grupo, faz.

    Gatinha, surfista, boa amiga, excelente estudante, o que falta na vida dela é um namorado.

    Isso, é claro, se seu pai, ciumento até dizer chega, não trucidar o coitado do garoto antes.

    Se você está passando por essa fase cheia de mudanças ou quer relembrar as descobertas e desafios desse período, este livro é perfeito para você.

    Com histórias divertidas e tocantes, Thalita aborda a “primeira vez” de forma leve e realista. Vale muito a pena a leitura.

    Natali e sua vontade idiota de agradar todo mundo

    Sabe família bagunçada? Não o lado bom da bagunça, se é que você me entende.

    É aquela bagunça pesada, que dá trabalho de arrumar, que te faz dar um suspiro desanimado quando olha para ela.

    Renato, o meu terapeuta, prefere que eu use a palavra “desorganizada”, acha mais apropriada.

    Na minha opinião, ele deveria ser santificado, assim como todos os psicólogos especialistas em adolescentes.

    Ah! Não me venha com ruguinha de confusão entre as sobrancelhas!

    Somos intensos, prolíficos, impacientes e dramáticos; não deve ser nada fácil cuidar da nossa cabeça.

    Eu vinha ensaiando contar tudo há alguns Natais.

    Ninguém sabia o que estava entalado dentro de mim como a farofa seca e sem gosto da minha mãe.

    Fazia anos que o meu estômago queimava dia após dia só de pensar em falar tudo para eles.

    No meu aniversário de 15 anos, então, eu tive a certeza de que estava com a idade perfeita para o desabafo perfeito.

    No primeiro minuto do dia 25/12 do próximo ano, a família Lobo saberia, enfim, que eu gosto de garotas.

    Eu estaria cursando o ensino médio agora, amadurecida, analisada, mais serena.

    Estava confiante de que seria suave, leve.

    Só que nada aconteceu como eu imaginava.

    Este livro segue a vida de Natali, uma jovem que constantemente se esforça para agradar todos ao seu redor, muitas vezes colocando os desejos e necessidades dos outros à frente dos seus próprios.

    A narrativa explora as consequências dessa postura de agradar a todos, mostrando como isso afeta a autoestima e a felicidade de Natali.

    Com muito humor e sensibilidade, Thalita Rebouças aborda temas como autoconfiança, autenticidade e a importância de encontrar um equilíbrio saudável entre ajudar os outros e cuidar de si mesma.

    Se você se identifica com a pressão de sempre querer agradar os outros, mesmo às custas de sua própria felicidade, você vai se conectar demais com a história dessa personagem. Recomendamos com certeza.

    Por que só as princesas se dão bem?

    Por que só as princesas se dão bem? é um conto de fada às avessas que vai conquistar para o público infantil.

    O livro traz o estilo bem-humorado da escritora que conquistou os adolescentes, agora contando a história de Bia, uma garota apaixonada por princesas, até o momento em que ela se torna uma!

    A história começa com a mãe de Bia lendo um livro para ela antes de dormir.

    Depois do tradicional “..E a princesa se casou com o príncipe, e eles foram felizes para sempre”, vem a primeira de muitas perguntas: “Mãe… Só as princesas são felizes para sempre?”

    Daí pra frente, é um tal de querer saber por que só as princesas se dão bem nas histórias, por que elas são as mais bonitas, por que só elas arrumam um príncipe no final, que a mãe desiste de responder a tantas dúvidas.

    E não adianta nada arriscar um “Mas você é a princesa da mamãe”, afinal, princesas vivem em lindos castelos, e a Bia não é menina de se deixar enganar: “Não adianta nada ser a sua princesa.

    Nem castelo você tem.” O que Bia não esperava é que, antes de pegar no sono, ela fosse levada para dentro do livro que estavam lendo.

    E de uma hora para outra, se tornasse uma princesa de verdade!

    Mas é justamente aí que a tão sonhada vida de princesa começa a se tornar um verdadeiro pesadelo.

    Regras, regras e mais regras. Do cabelo aos sapatos, Bia descobre que não pode escolher o que usar, comer ou fazer.

    Escola, amigos, brincadeiras? Nada disso, princesas estudam em casa e cumprem uma exaustiva agenda de eventos (chatos). E o pior de tudo: nada de perguntas.

    “Princesas não fazem mil perguntas. Princesas cumprem seu papel e olhe lá”, diz Fedegunda, a assistente número 3 da princesa Bia.

    Repleto de situações inusitadas, tiradas e diálogos engraçados, não é preciso dizer que o dia de princesa de Bia foi um completo desastre.

    Mas será que agora ela pode voltar a ser uma menina comum?

    Embarque nessa divertida viagem ao mundo das princesas na estreia de Thalita Rebouças na literatura infantil e descubra.

    https://www.youtube.com/watch?v=5K6MukOpnEE

    Última atualização em 2024-07-14 / Links afiliados / Imagens da API de publicidade de produtos da Amazon